Novas receitas

Uma dieta vegetariana é segura para crianças?

Uma dieta vegetariana é segura para crianças?

Uma dieta sem carne ainda pode dar ao seu filho os nutrientes adequados para manter um estilo de vida saudável

Para os vegetarianos, as folhas verdes são uma ótima alternativa à carne para o ferro.

Com qualquer dieta que elimine grupos de alimentos, como carne, pode haver uma preocupação com a falta de nutrientes. Uma dieta vegetariana não é um deles. Embora uma dieta vegetariana não inclua carne, os grupos de alimentos vegetarianos consistem em muitos alimentos ricos em nutrientes. Se a dieta for seguida de maneira saudável e equilibrada, fornecerá as proteínas, fibras, carboidratos e gorduras necessárias para manter um estilo de vida saudável. Para as crianças, uma dieta vegetariana pode ser muito saudável, especialmente com foco em frutas, vegetais e grãos inteiros.

Clique aqui para ver o slideshow de 15 refeições vegetarianas saudáveis.

De acordo com a American Academy of Pediatrics ' Manual de Nutrição Pediátrica, a deficiência nutricional mais comum encontrada em vegetarianos é o ferro. Isso ocorre porque o ferro na carne é mais fácil de ser absorvido pelo corpo do que o ferro encontrado nas plantas. O Grupo de Recursos Vegetarianos recomenda obter ferro de fontes como feijão seco e folhas verdes escuras.

Se você está preocupado com seu filho recebendo proteína suficiente, grandes fontes de proteína vegetariana incluem nozes, ovos, leite e legumes. Essas fontes de proteína também fornecem nutrientes necessários para o crescimento e a saúde óssea, como vitamina D e cálcio.

A apresentação de slides que acompanha é fornecida pela colega da equipe editorial do Daily Meal, Julia Ruggirello.


As crianças podem prosperar com uma dieta vegetariana?

Uma coisa é optar por uma dieta sem carne quando adulto - mas também é uma opção saudável para crianças em crescimento? Como nutricionista que consulta a Rede Vegetariana de Victoria, esse é um território familiar para Mark Surdut. Os clientes que o procuram para obter conselhos sobre crianças e alimentação vegetariana geralmente se enquadram em dois grupos. Existem aqueles cujos filhos - às vezes com apenas oito anos - que querem ser vegetarianos, e os pais que também são vegetarianos e se perguntam se uma dieta sem carne atenderá às necessidades de nutrientes de uma criança em crescimento.

O resultado final diz que Surdut é que dietas vegetarianas, incluindo dietas veganas que excluem alimentos lácteos e ovos, podem ser saudáveis ​​para as crianças, desde que sejam bem planejadas. Essa não é apenas a opinião dele. No ano passado, a associação profissional de nutricionistas dos Estados Unidos, a American Dietetic Association, aprovou as dietas vegetarianas em todos os estágios da vida em um documento de posição que sugeria que dietas vegetarianas na infância e adolescência podem ajudar a estabelecer padrões de alimentação saudáveis ​​ao longo da vida.

O que é bom para o ganso. com planejamento, o vegetarianismo é uma opção saudável para as crianças.

Mas existem armadilhas. Como as dietas vegetarianas são ricas em fibras, são muito satisfatórias - por isso é fácil encher o estômago de uma criança sem fornecer kilojoules suficientes ou uma ampla gama de nutrientes, destaca Surdut. A solução, diz ele, é incluir uma variedade de alimentos diferentes na dieta - embora ele concorde que isso pode ser um desafio para comedores muito exigentes.

Quanto às necessidades de ferro e proteína, isso é mais fácil com uma dieta que inclui laticínios e ovos.

“Em uma dieta vegana, as fontes ricas em ferro e proteínas são limitadas principalmente a legumes e nozes, e os adolescentes em crescimento precisam comer muitos desses alimentos para obter proteína suficiente”, diz ele. ”Você poderia argumentar que há proteína nos grãos inteiros - mas é bastante diluído. Alimentos à base de soja, como o tofu, têm um perfil de proteína quase idêntico ao da carne e podem ser incluídos com segurança - a chave é comê-los com moderação e como parte de uma mistura de diferentes proteínas vegetais. “

Outras opções, acrescenta, são os alimentos veganos de conveniência, como salsichas e hambúrgueres, ricos em proteínas.

Mas um nutriente que é evasivo em uma dieta vegana é a vitamina B12 encontrada em alimentos de origem animal, incluindo ovos e laticínios - embora pesquisas da University of Western Sydney tenham publicado no Journal of Agricultural Chemistry No ano passado, sugere que os cogumelos botão podem contribuir com alguma vitamina B12.

Mas até que ponto podemos contar com cogumelos para a B12 não está claro, diz Surdut, e mais pesquisas são necessárias. Embora a inclusão de alimentos fortificados com suplementos de B12 ou B12 seja uma forma de obter essa vitamina, ela pode não ser suficiente, e ele aconselha adultos e crianças em uma dieta vegana a verificar seus níveis de B12 regularmente.

Quanto ao cálcio, os veganos podem precisar de um suplemento, especialmente aqueles com grande necessidade de cálcio, incluindo adolescentes ou mulheres com risco de osteoporose, diz ele - produtos fortificados com cálcio, incluindo leite de soja e arroz, são boas fontes.

Mas embora possa haver um reconhecimento crescente de que uma dieta vegetariana bem equilibrada pode ser saudável para as crianças, também é uma opção que pode atrair algumas críticas.

“Minha família foi a crítica mais dura - como europeus orientais, eles acreditavam que a carne era essencial para criar uma criança saudável”, diz Michelle Moscova, cujo filho Addam de 13 anos - um jogador de basquete alto para sua idade - comeu uma dieta vegetariana que incluía ovos e queijo desde que ele era um bebê.

“Ele sempre foi um menino muito saudável. Fizemos exames de sangue regulares para monitorar o ferro e a vitamina B12 - ele sempre estava dentro dos níveis normais ”, diz Moscova, professor de ciências biomédicas na Universidade Charles Sturt. & quotQuando Addam começou a jogar basquete competitivo, ninguém sabia que ele era vegetariano - seus treinadores ficam surpresos quando descobrem, porque há uma crença de que atletas de competição precisam de carne para poder vencer. Minha família ainda critica minha decisão, mas ver Addam com 190 cm de altura aos 13 anos é agora meu melhor argumento ”, diz Moscova.

Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Mas, embora alimentar as crianças com uma dieta vegetariana possa levantar sobrancelhas, muitas vezes esquecemos outros estilos de alimentação que podem deixar as crianças com poucos nutrientes, diz Surdut.

“Um deles é uma dieta típica de adolescente que pode incluir muita comida, mas não muitos nutrientes. Costumo assegurar aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Se você precisa de bons conselhos sobre como planejar refeições gratuitas de carne para crianças - ou adultos -, há bons conselhos da American Dietetic Association - ou dê uma olhada em Hungry Human Beans: um guia para dietas vegetarianas para crianças do Westmead Children’s Hospital de Sydney. Também será a Semana Vegetariana Nacional na próxima semana, então você encontrará mais informações sobre comida vegetariana, bem como receitas no Veg. Site da semana em http://www.vegetarianweek.com.au/. Estou tentando a receita de abóbora e lentilha tajine esta noite.

Para encontrar um nutricionista praticante credenciado que possa ajudar no planejamento de uma dieta vegetariana, entre em contato com a Associação de Dietistas da Austrália

Qual é a sua experiência com isso - você criou filhos como vegetarianos ou foi criado como um?


As crianças podem prosperar com uma dieta vegetariana?

Uma coisa é optar por uma dieta sem carne quando adulto - mas também é uma opção saudável para crianças em crescimento? Como nutricionista que consulta a Rede Vegetariana de Victoria, esse é um território familiar para Mark Surdut. Os clientes que o procuram para obter conselhos sobre alimentação vegetariana e infantil geralmente se enquadram em dois grupos. Existem aqueles cujos filhos - às vezes com apenas oito anos - que querem ser vegetarianos, e os pais que também são vegetarianos e se perguntam se uma dieta sem carne atenderá às necessidades de nutrientes de uma criança em crescimento.

O resultado final diz que Surdut é que as dietas vegetarianas, incluindo dietas veganas que excluem alimentos lácteos e ovos, podem ser saudáveis ​​para as crianças, desde que sejam bem planejadas. Essa não é apenas a opinião dele. No ano passado, a associação profissional de nutricionistas dos Estados Unidos, a American Dietetic Association, aprovou as dietas vegetarianas em todos os estágios da vida em um documento de posição que sugeria que dietas vegetarianas na infância e adolescência podem ajudar a estabelecer padrões de alimentação saudáveis ​​ao longo da vida.

O que é bom para o ganso. com planejamento, o vegetarianismo é uma opção saudável para as crianças.

Mas existem armadilhas. Como as dietas vegetarianas são ricas em fibras, são muito satisfatórias - por isso é fácil encher o estômago de uma criança sem fornecer kilojoules suficientes ou uma ampla gama de nutrientes, destaca Surdut. A solução, diz ele, é incluir uma variedade de alimentos diferentes na dieta - embora ele concorde que isso pode ser um desafio para pessoas muito exigentes.

Quanto às necessidades de ferro e proteína, isso é mais fácil com uma dieta que inclui laticínios e ovos.

“Em uma dieta vegana, as fontes ricas em ferro e proteínas são limitadas principalmente a legumes e nozes, e os adolescentes em crescimento precisam comer muitos desses alimentos para obter proteína suficiente”, diz ele. ”Você poderia argumentar que há proteína nos grãos inteiros - mas é bastante diluído. Alimentos à base de soja como o tofu têm um perfil de proteína quase idêntico ao da carne e podem ser incluídos com segurança - a chave é comê-los com moderação e como um de uma mistura de diferentes proteínas vegetais. “

Outras opções, acrescenta, são os alimentos veganos de conveniência, como salsichas e hambúrgueres, ricos em proteínas.

Mas um nutriente que é evasivo em uma dieta vegana é a vitamina B12 encontrada em alimentos de origem animal, incluindo ovos e laticínios - embora pesquisas da University of Western Sydney tenham publicado no Journal of Agricultural Chemistry No ano passado, sugere que os cogumelos botão podem contribuir com alguma vitamina B12.

Mas até que ponto podemos contar com cogumelos para a B12 não está claro, diz Surdut, e mais pesquisas são necessárias. Embora a inclusão de alimentos fortificados com suplementos de B12 ou B12 seja uma forma de obter essa vitamina, ela pode não ser suficiente, e ele aconselha adultos e crianças em uma dieta vegana a verificar seus níveis de B12 regularmente.

Quanto ao cálcio, os veganos podem precisar de um suplemento, especialmente aqueles com grande necessidade de cálcio, incluindo adolescentes ou mulheres com risco de osteoporose, diz ele - produtos fortificados com cálcio, incluindo leite de soja e arroz, são boas fontes.

Mas embora possa haver um reconhecimento crescente de que uma dieta vegetariana bem equilibrada pode ser saudável para as crianças, também é uma opção que pode atrair algumas críticas.

“Minha família foi a crítica mais dura - como europeus orientais, eles acreditavam que a carne era essencial para criar uma criança saudável”, diz Michelle Moscova, cujo filho Addam, de 13 anos - um jogador de basquete alto para sua idade - comeu uma dieta vegetariana que incluía ovos e queijo desde que ele era um bebê.

“Ele sempre foi um menino muito saudável. Fizemos exames de sangue regulares para monitorar o ferro e a vitamina B12 - ele sempre estava dentro dos níveis normais ”, diz Moscova, professor de ciências biomédicas na Universidade Charles Sturt. & quotQuando Addam começou a jogar basquete competitivo, ninguém sabia que ele era vegetariano - seus treinadores ficam surpresos quando descobrem, porque há uma crença de que atletas de competição precisam de carne para poder vencer. Minha família ainda critica minha decisão, mas ver Addam com 190 cm de altura aos 13 anos é agora meu melhor argumento ”, diz Moscova.

Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Mas, embora alimentar as crianças com uma dieta vegetariana possa levantar sobrancelhas, muitas vezes esquecemos outros estilos de alimentação que podem deixar as crianças com poucos nutrientes, diz Surdut.

“Um deles é uma dieta típica de adolescente que pode incluir muita comida, mas não muitos nutrientes. Costumo assegurar aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Se você precisa de bons conselhos sobre como planejar refeições gratuitas de carne para crianças - ou adultos -, há bons conselhos da American Dietetic Association - ou dê uma olhada em Hungry Human Beans: um guia para dietas vegetarianas para crianças do Westmead Children’s Hospital de Sydney. Também será a Semana Vegetariana Nacional na próxima semana, então você encontrará mais informações sobre comida vegetariana, bem como receitas no Veg. Site da semana em http://www.vegetarianweek.com.au/. Estou tentando a receita de abóbora e lentilha tajine esta noite.

Para encontrar um nutricionista praticante credenciado que possa ajudar no planejamento de uma dieta vegetariana, entre em contato com a Associação de Dietistas da Austrália

Qual é a sua experiência com isso - você criou filhos como vegetarianos ou foi criado como um?


As crianças podem prosperar com uma dieta vegetariana?

Uma coisa é optar por uma dieta sem carne quando adulto - mas também é uma opção saudável para crianças em crescimento? Como nutricionista que consulta a Rede Vegetariana de Victoria, esse é um território familiar para Mark Surdut. Os clientes que o procuram para obter conselhos sobre crianças e alimentação vegetariana geralmente se enquadram em dois grupos. Existem aqueles cujos filhos - às vezes com apenas oito anos - que querem ser vegetarianos, e os pais que também são vegetarianos e se perguntam se uma dieta sem carne atenderá às necessidades de nutrientes de uma criança em crescimento.

O resultado final diz que Surdut é que as dietas vegetarianas, incluindo dietas veganas que excluem alimentos lácteos e ovos, podem ser saudáveis ​​para as crianças, desde que sejam bem planejadas. Essa não é apenas a opinião dele. No ano passado, a associação profissional de nutricionistas dos Estados Unidos, a American Dietetic Association, aprovou as dietas vegetarianas em todos os estágios da vida em um documento de posição que sugeria que dietas vegetarianas na infância e adolescência podem ajudar a estabelecer padrões de alimentação saudáveis ​​ao longo da vida.

O que é bom para o ganso. com planejamento, o vegetarianismo é uma opção saudável para as crianças.

Mas existem armadilhas. Como as dietas vegetarianas são ricas em fibras, são muito satisfatórias - por isso é fácil encher o estômago de uma criança sem fornecer kilojoules suficientes ou uma ampla gama de nutrientes, destaca Surdut. A solução, diz ele, é incluir uma variedade de alimentos diferentes na dieta - embora ele concorde que isso pode ser um desafio para pessoas muito exigentes.

Quanto às necessidades de ferro e proteína, isso é mais fácil com uma dieta que inclui laticínios e ovos.

“Em uma dieta vegana, as fontes ricas em ferro e proteína são limitadas principalmente a legumes e nozes, e os adolescentes em crescimento precisam comer muitos desses alimentos para obter proteína suficiente”, diz ele. ”Você poderia argumentar que há proteína nos grãos inteiros - mas é bastante diluído. Alimentos à base de soja como o tofu têm um perfil de proteína quase idêntico ao da carne e podem ser incluídos com segurança - a chave é comê-los com moderação e como um de uma mistura de diferentes proteínas vegetais. “

Outras opções, acrescenta, são os alimentos veganos de conveniência, como salsichas e hambúrgueres, ricos em proteínas.

Mas um nutriente que é evasivo em uma dieta vegana é a vitamina B12 encontrada em alimentos de origem animal, incluindo ovos e laticínios - embora pesquisas da University of Western Sydney tenham publicado no Journal of Agricultural Chemistry No ano passado, sugere que os cogumelos botão podem contribuir com alguma vitamina B12.

Mas até que ponto podemos contar com cogumelos para a B12 não está claro, diz Surdut, e mais pesquisas são necessárias. Embora a inclusão de alimentos fortificados com suplementos de B12 ou B12 seja uma forma de obter essa vitamina, ela pode não ser suficiente, e ele aconselha adultos e crianças em uma dieta vegana a verificar seus níveis de B12 regularmente.

Quanto ao cálcio, os veganos podem precisar de um suplemento, especialmente aqueles com alta necessidade de cálcio, incluindo adolescentes ou mulheres com risco de osteoporose, diz ele - produtos fortificados com cálcio, incluindo leite de soja e arroz, são boas fontes.

Mas embora possa haver um reconhecimento crescente de que uma dieta vegetariana bem equilibrada pode ser saudável para as crianças, também é uma opção que pode atrair algumas críticas.

“Minha família foi a crítica mais dura - como europeus orientais, eles acreditavam que a carne era essencial para criar uma criança saudável”, diz Michelle Moscova, cujo filho Addam de 13 anos - um jogador de basquete alto para sua idade - comeu uma dieta vegetariana que incluía ovos e queijo desde que ele era um bebê.

“Ele sempre foi um menino muito saudável. Fizemos exames de sangue regulares para monitorar o ferro e a vitamina B12 - ele sempre estava dentro dos níveis normais ”, diz Moscova, professor de ciências biomédicas na Universidade Charles Sturt. & quotQuando Addam começou a jogar basquete competitivo, ninguém sabia que ele era vegetariano - seus treinadores ficam surpresos quando descobrem, porque há uma crença de que atletas de competição precisam de carne para poder vencer. Minha família ainda critica minha decisão, mas ver Addam com 190 cm de altura aos 13 anos é agora meu melhor argumento ”, diz Moscova.

Costumo assegurar aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Mas, embora alimentar as crianças com uma dieta vegetariana possa levantar sobrancelhas, muitas vezes esquecemos outros estilos de alimentação que podem deixar as crianças com poucos nutrientes, diz Surdut.

“Um deles é uma dieta típica de adolescente que pode incluir muita comida, mas não muitos nutrientes. Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Se você precisa de bons conselhos sobre como planejar refeições gratuitas de carne para crianças - ou adultos -, há bons conselhos da American Dietetic Association - ou dê uma olhada em Hungry Human Beans: um guia para dietas vegetarianas para crianças do Westmead Children’s Hospital de Sydney. Também será a Semana Vegetariana Nacional na próxima semana, então você encontrará mais informações sobre comida vegetariana, bem como receitas no Veg. Site da semana em http://www.vegetarianweek.com.au/. Estou tentando a receita de abóbora e lentilha tajine esta noite.

Para encontrar um nutricionista praticante credenciado que possa ajudar no planejamento de uma dieta vegetariana, entre em contato com a Associação de Dietistas da Austrália

Qual é a sua experiência com isso - você criou filhos como vegetarianos ou foi criado como um?


As crianças podem prosperar com uma dieta vegetariana?

Uma coisa é optar por uma dieta sem carne quando adulto - mas também é uma opção saudável para crianças em crescimento? Como nutricionista que consulta a Rede Vegetariana de Victoria, esse é um território familiar para Mark Surdut. Os clientes que o procuram para obter conselhos sobre crianças e alimentação vegetariana geralmente se enquadram em dois grupos. Existem aqueles cujos filhos - às vezes com apenas oito anos - que querem ser vegetarianos, e os pais que também são vegetarianos e se perguntam se uma dieta sem carne atenderá às necessidades de nutrientes de uma criança em crescimento.

O resultado final diz que Surdut é que dietas vegetarianas, incluindo dietas veganas que excluem alimentos lácteos e ovos, podem ser saudáveis ​​para as crianças, desde que sejam bem planejadas. Essa não é apenas a opinião dele. No ano passado, a associação profissional de nutricionistas dos Estados Unidos, a American Dietetic Association, aprovou as dietas vegetarianas em todos os estágios da vida em um documento de posição que sugeria que dietas vegetarianas na infância e adolescência podem ajudar a estabelecer padrões de alimentação saudáveis ​​ao longo da vida.

O que é bom para o ganso. com planejamento, o vegetarianismo é uma opção saudável para as crianças.

Mas existem armadilhas. Como as dietas vegetarianas são ricas em fibras, são muito satisfatórias - por isso é fácil encher o estômago de uma criança sem fornecer kilojoules suficientes ou uma ampla gama de nutrientes, destaca Surdut. A solução, diz ele, é incluir uma variedade de alimentos diferentes na dieta - embora ele concorde que isso pode ser um desafio para pessoas muito exigentes.

Quanto às necessidades de ferro e proteína, isso é mais fácil com uma dieta que inclui laticínios e ovos.

“Em uma dieta vegana, as fontes ricas em ferro e proteína são limitadas principalmente a legumes e nozes, e os adolescentes em crescimento precisam comer muitos desses alimentos para obter proteína suficiente”, diz ele. ”Você poderia argumentar que há proteína nos grãos inteiros - mas é bastante diluído. Alimentos à base de soja como o tofu têm um perfil de proteína quase idêntico ao da carne e podem ser incluídos com segurança - a chave é comê-los com moderação e como um de uma mistura de diferentes proteínas vegetais. “

Outras opções, acrescenta, são os alimentos veganos de conveniência, como salsichas e hambúrgueres, ricos em proteínas.

Mas um nutriente que é evasivo em uma dieta vegana é a vitamina B12 encontrada em alimentos de origem animal, incluindo ovos e laticínios - embora pesquisas da University of Western Sydney tenham publicado no Journal of Agricultural Chemistry No ano passado, sugere que os cogumelos botão podem contribuir com alguma vitamina B12.

Mas até que ponto podemos contar com cogumelos para a B12 não está claro, diz Surdut, e mais pesquisas são necessárias. Embora a inclusão de alimentos fortificados com suplementos de B12 ou B12 seja uma forma de obter essa vitamina, ela pode não ser suficiente, e ele recomenda que adultos e crianças em uma dieta vegana façam exames regulares de B12.

Quanto ao cálcio, os veganos podem precisar de um suplemento, especialmente aqueles com grande necessidade de cálcio, incluindo adolescentes ou mulheres com risco de osteoporose, diz ele - produtos fortificados com cálcio, incluindo leite de soja e arroz, são boas fontes.

Mas embora possa haver um reconhecimento crescente de que uma dieta vegetariana bem equilibrada pode ser saudável para as crianças, também é uma opção que pode atrair algumas críticas.

“Minha família foi a crítica mais dura - como europeus orientais, eles acreditavam que a carne era essencial para criar uma criança saudável”, diz Michelle Moscova, cujo filho Addam de 13 anos - um jogador de basquete alto para sua idade - comeu uma dieta vegetariana que incluía ovos e queijo desde que ele era um bebê.

“Ele sempre foi um menino muito saudável. Fizemos exames de sangue regulares para monitorar o ferro e a vitamina B12 - ele sempre estava dentro dos níveis normais ”, diz Moscova, professor de ciências biomédicas na Universidade Charles Sturt. & quotQuando Addam começou a jogar basquete competitivo, ninguém sabia que ele era vegetariano - seus treinadores ficam surpresos quando descobrem, porque há uma crença de que atletas de competição precisam de carne para poder vencer. Minha família ainda critica minha decisão, mas ver Addam com 190 cm de altura aos 13 anos é agora meu melhor argumento ”, diz Moscova.

Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Mas, embora alimentar as crianças com uma dieta vegetariana possa levantar sobrancelhas, muitas vezes esquecemos outros estilos de alimentação que podem deixar as crianças com poucos nutrientes, diz Surdut.

“Um deles é uma dieta típica de adolescente que pode incluir muita comida, mas não muitos nutrientes. Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Se você precisa de bons conselhos sobre como planejar refeições gratuitas de carne para crianças - ou adultos -, há bons conselhos da American Dietetic Association - ou dê uma olhada em Hungry Human Beans: um guia para dietas vegetarianas para crianças do Westmead Children’s Hospital de Sydney. Também será a Semana Vegetariana Nacional na próxima semana, então você encontrará mais informações sobre comida vegetariana, bem como receitas no Veg. Site da semana em http://www.vegetarianweek.com.au/. Estou tentando a receita de abóbora e lentilha tajine esta noite.

Para encontrar um nutricionista praticante credenciado que possa ajudar no planejamento de uma dieta vegetariana, entre em contato com a Associação de Dietistas da Austrália

Qual é a sua experiência com isso - você criou filhos como vegetarianos ou foi criado como um?


As crianças podem prosperar com uma dieta vegetariana?

Uma coisa é optar por uma dieta sem carne quando adulto - mas também é uma opção saudável para crianças em crescimento? Como nutricionista que consulta a Rede Vegetariana de Victoria, esse é um território familiar para Mark Surdut. Os clientes que o procuram para obter conselhos sobre crianças e alimentação vegetariana geralmente se enquadram em dois grupos. Existem aqueles cujos filhos - às vezes com apenas oito anos - que querem ser vegetarianos, e os pais que também são vegetarianos e se perguntam se uma dieta sem carne atenderá às necessidades de nutrientes de uma criança em crescimento.

O resultado final diz que Surdut é que dietas vegetarianas, incluindo dietas veganas que excluem alimentos lácteos e ovos, podem ser saudáveis ​​para as crianças, desde que sejam bem planejadas. Essa não é apenas a opinião dele. No ano passado, a associação profissional de nutricionistas dos Estados Unidos, a American Dietetic Association, aprovou as dietas vegetarianas em todos os estágios da vida em um documento de posição que sugeria que dietas vegetarianas na infância e adolescência podem ajudar a estabelecer padrões de alimentação saudáveis ​​ao longo da vida.

O que é bom para o ganso. com planejamento, o vegetarianismo é uma opção saudável para as crianças.

Mas existem armadilhas. Como as dietas vegetarianas são ricas em fibras, são muito satisfatórias - por isso é fácil encher o estômago de uma criança sem fornecer kilojoules suficientes ou uma ampla gama de nutrientes, destaca Surdut. A solução, diz ele, é incluir uma variedade de alimentos diferentes na dieta - embora ele concorde que isso pode ser um desafio para comedores muito exigentes.

Quanto às necessidades de ferro e proteína, isso é mais fácil com uma dieta que inclui laticínios e ovos.

“Em uma dieta vegana, as fontes ricas em ferro e proteína são limitadas principalmente a legumes e nozes, e os adolescentes em crescimento precisam comer muitos desses alimentos para obter proteína suficiente”, diz ele. ”Você poderia argumentar que há proteína nos grãos inteiros - mas é bastante diluído. Alimentos à base de soja, como o tofu, têm um perfil de proteína quase idêntico ao da carne e podem ser incluídos com segurança - a chave é comê-los com moderação e como parte de uma mistura de diferentes proteínas vegetais. “

Outras opções, acrescenta, são os alimentos veganos de conveniência, como salsichas e hambúrgueres, ricos em proteínas.

Mas um nutriente que é evasivo em uma dieta vegana é a vitamina B12 encontrada em alimentos de origem animal, incluindo ovos e laticínios - embora pesquisas da University of Western Sydney tenham publicado no Journal of Agricultural Chemistry No ano passado, sugere que os cogumelos botão podem contribuir com alguma vitamina B12.

Mas até que ponto podemos contar com cogumelos para a B12 não está claro, diz Surdut, e mais pesquisas são necessárias. Embora a inclusão de alimentos fortificados com suplementos de B12 ou B12 seja uma forma de obter essa vitamina, ela pode não ser suficiente, e ele recomenda que adultos e crianças em uma dieta vegana façam exames regulares de B12.

Quanto ao cálcio, os veganos podem precisar de um suplemento, especialmente aqueles com grande necessidade de cálcio, incluindo adolescentes ou mulheres com risco de osteoporose, diz ele - produtos fortificados com cálcio, incluindo leite de soja e arroz, são boas fontes.

Mas embora possa haver um reconhecimento crescente de que uma dieta vegetariana bem equilibrada pode ser saudável para as crianças, também é uma opção que pode atrair algumas críticas.

“Minha família foi a crítica mais dura - como europeus orientais, eles acreditavam que a carne era essencial para criar uma criança saudável”, diz Michelle Moscova, cujo filho Addam, de 13 anos - um jogador de basquete alto para sua idade - comeu uma dieta vegetariana que incluía ovos e queijo desde que ele era um bebê.

“Ele sempre foi um menino muito saudável. Fizemos exames de sangue regulares para monitorar o ferro e a vitamina B12 - ele sempre estava dentro dos níveis normais ”, diz Moscova, professor de ciências biomédicas na Universidade Charles Sturt. & quotQuando Addam começou a jogar basquete competitivo, ninguém sabia que ele era vegetariano - seus treinadores ficam surpresos quando descobrem, porque há uma crença de que atletas de competição precisam de carne para poder vencer. Minha família ainda critica minha decisão, mas ver Addam com 190 cm de altura aos 13 anos é agora meu melhor argumento ”, diz Moscova.

Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Mas, embora alimentar as crianças com uma dieta vegetariana possa levantar sobrancelhas, muitas vezes esquecemos outros estilos de alimentação que podem deixar as crianças com poucos nutrientes, diz Surdut.

“Um deles é uma dieta típica de adolescente que pode incluir muita comida, mas não muitos nutrientes. Costumo garantir aos pais de adolescentes que adotaram uma dieta vegetariana que há muitos adolescentes que comem uma dieta não vegetariana limitada e que acabam bem - então por que tanto alarido sobre adolescentes vegetarianos, especialmente aqueles que estão tendo um interesse real em planejar suas dietas adequadamente? ”

Se você precisa de bons conselhos sobre como planejar refeições gratuitas de carne para crianças - ou adultos -, há bons conselhos da American Dietetic Association - ou dê uma olhada em Hungry Human Beans: um guia para dietas vegetarianas para crianças do Westmead Children’s Hospital de Sydney. Também será a Semana Vegetariana Nacional na próxima semana, então você encontrará mais informações sobre comida vegetariana, bem como receitas no Veg. Site da semana em http://www.vegetarianweek.com.au/. Estou tentando a receita de abóbora e lentilha tajine esta noite.

Para encontrar um nutricionista praticante credenciado que possa ajudar no planejamento de uma dieta vegetariana, entre em contato com a Associação de Dietistas da Austrália

Qual é a sua experiência com isso - você criou filhos como vegetarianos ou foi criado como um?


As crianças podem prosperar com uma dieta vegetariana?

Uma coisa é optar por uma dieta sem carne quando adulto - mas também é uma opção saudável para crianças em crescimento? Como nutricionista que consulta a Rede Vegetariana de Victoria, esse é um território familiar para Mark Surdut. Clients who come to him for advice on kids and vegetarian eating generally fall into two groups. There are those whose children – sometimes as young as eight - who want to be vegetarian, and parents who are vegetarian themselves and wonder if a meat free diet will meet a growing child’s needs for nutrients.

The bottom line says Surdut is that vegetarian diets, including vegan diets that exclude dairy food and eggs, can be healthy for kids as long as they’re well planned. That’s not just his opinion either. Last year the professional association of dietitians in the US, the American Dietetic Association, gave the thumbs up to vegetarian diets at all life stages in a position paper that suggested vegetarian diets in childhood and adolescence can help establish lifelong healthy eating patterns.

What's good for the goose . with planning, vegetarianism is a healthy option for kids.

But there are pitfalls. Because vegetarian diets are high in fibre, they’re very filling – so it’s easy to fill up a child size stomach without delivering sufficient kilojoules or a broad range of nutrients, Surdut points out. The solution, he says, is to include a variety of different foods in the diet – although he agrees this can be a challenge with very fussy eaters.

As for meeting iron and protein needs, this is easier with a diet that includes dairy products and eggs.

“On a vegan diet, iron and protein rich sources are limited mainly to legumes and nuts, and growing adolescents need to eat a lot of these foods to get sufficient protein,” he says.”You could argue that there’s protein in whole grains – but it’s pretty dilute. Soy foods like tofu have a protein profile that’s almost identical to meat and are safe to include - the key is to eat them in moderation and as one of a mix of different plant proteins. “

Other options, he adds, are vegan convenience foods like sausages and burgers that are high in protein.

But one nutrient that’s elusive on a vegan diet is vitamin B12 found in animal foods including eggs and dairy food – although research from the University of Western Sydney published in the Journal of Agricultural Chemistry last year suggests that button mushrooms can contribute some vitamin B12.

But to what extent we can rely on mushrooms for B12 isn’t clear, says Surdut, and more research is needed. Although including foods fortified with B12 or B12 supplements is one way to get this vitamin it may not guarantee enough, and he advises both adults and children on a vegan diet to get their B12 levels checked regularly.

As for calcium, vegans may need a supplement, especially those with a high requirement for calcium including teenagers or women at risk of osteoporosis, he says – calcium fortified products including soy and rice milks are good sources.

But while there might a growing recognition that a well balanced vegetarian diet can be healthy for kids, it’s also an option that can draw some criticism.

“My family were the harshest critics – as eastern Europeans they believed meat was essential for bringing up a healthy child,” says Michelle Moscova whose 13 year old son Addam - a tall for his age basketball player - has eaten a vegetarian diet including eggs and cheese since he was a baby.

“He was always a very healthy boy. We had regular blood checks to monitor iron and B12 – he was always within normal levels," says Moscova, a lecturer in biomedical sciences at Charles Sturt University. "When Addam started playing competitive basketball, nobody knew he was a vegetarian - his coaches are surprised when they find out because there’s a belief that competitive athletes need meat to be able to win. My family is still critical of my decision, but seeing Addam towering at 190 cm at the age of 13 is now my best argument,” Moscova says.

I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

But while feeding children a vegetarian diet can raise eyebrows, we often forget about other eating styles that can leave kids short on nutrients, says Surdut.

“One of them is a typical teenage diet that can include a lot of food but not a lot of nutrients. I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

If you need good advice on planning meat free meals for kids – or grownups – there’s good advice from the American Dietetic Association - or check out Hungry Human Beans: a guide to vegetarian diets for children from Sydney’s Westmead Children’s Hospital. It's also National Vegetarian Week next week so you'll find more info on vegetarian food, as well as recipes on the Veg. Week website at http://www.vegetarianweek.com.au/. I'm trying the recipe for pumpkin and lentil tajine tonight.

To find an Accredited Practising Dietitian who can help with planning a vegetarian diet contact the Dietitians’ Association of Australia

What’s your experience with this – have you raised kids as vegetarians or been raised as one yourself?


Can kids thrive on a vegetarian diet?

It’s one thing to opt for a meatless diet as an adult – but is it a healthy option for growing children too? As a dietitian who consults to the Vegetarian Network of Victoria, this is familiar territory to Mark Surdut. Clients who come to him for advice on kids and vegetarian eating generally fall into two groups. There are those whose children – sometimes as young as eight - who want to be vegetarian, and parents who are vegetarian themselves and wonder if a meat free diet will meet a growing child’s needs for nutrients.

The bottom line says Surdut is that vegetarian diets, including vegan diets that exclude dairy food and eggs, can be healthy for kids as long as they’re well planned. That’s not just his opinion either. Last year the professional association of dietitians in the US, the American Dietetic Association, gave the thumbs up to vegetarian diets at all life stages in a position paper that suggested vegetarian diets in childhood and adolescence can help establish lifelong healthy eating patterns.

What's good for the goose . with planning, vegetarianism is a healthy option for kids.

But there are pitfalls. Because vegetarian diets are high in fibre, they’re very filling – so it’s easy to fill up a child size stomach without delivering sufficient kilojoules or a broad range of nutrients, Surdut points out. The solution, he says, is to include a variety of different foods in the diet – although he agrees this can be a challenge with very fussy eaters.

As for meeting iron and protein needs, this is easier with a diet that includes dairy products and eggs.

“On a vegan diet, iron and protein rich sources are limited mainly to legumes and nuts, and growing adolescents need to eat a lot of these foods to get sufficient protein,” he says.”You could argue that there’s protein in whole grains – but it’s pretty dilute. Soy foods like tofu have a protein profile that’s almost identical to meat and are safe to include - the key is to eat them in moderation and as one of a mix of different plant proteins. “

Other options, he adds, are vegan convenience foods like sausages and burgers that are high in protein.

But one nutrient that’s elusive on a vegan diet is vitamin B12 found in animal foods including eggs and dairy food – although research from the University of Western Sydney published in the Journal of Agricultural Chemistry last year suggests that button mushrooms can contribute some vitamin B12.

But to what extent we can rely on mushrooms for B12 isn’t clear, says Surdut, and more research is needed. Although including foods fortified with B12 or B12 supplements is one way to get this vitamin it may not guarantee enough, and he advises both adults and children on a vegan diet to get their B12 levels checked regularly.

As for calcium, vegans may need a supplement, especially those with a high requirement for calcium including teenagers or women at risk of osteoporosis, he says – calcium fortified products including soy and rice milks are good sources.

But while there might a growing recognition that a well balanced vegetarian diet can be healthy for kids, it’s also an option that can draw some criticism.

“My family were the harshest critics – as eastern Europeans they believed meat was essential for bringing up a healthy child,” says Michelle Moscova whose 13 year old son Addam - a tall for his age basketball player - has eaten a vegetarian diet including eggs and cheese since he was a baby.

“He was always a very healthy boy. We had regular blood checks to monitor iron and B12 – he was always within normal levels," says Moscova, a lecturer in biomedical sciences at Charles Sturt University. "When Addam started playing competitive basketball, nobody knew he was a vegetarian - his coaches are surprised when they find out because there’s a belief that competitive athletes need meat to be able to win. My family is still critical of my decision, but seeing Addam towering at 190 cm at the age of 13 is now my best argument,” Moscova says.

I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

But while feeding children a vegetarian diet can raise eyebrows, we often forget about other eating styles that can leave kids short on nutrients, says Surdut.

“One of them is a typical teenage diet that can include a lot of food but not a lot of nutrients. I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

If you need good advice on planning meat free meals for kids – or grownups – there’s good advice from the American Dietetic Association - or check out Hungry Human Beans: a guide to vegetarian diets for children from Sydney’s Westmead Children’s Hospital. It's also National Vegetarian Week next week so you'll find more info on vegetarian food, as well as recipes on the Veg. Week website at http://www.vegetarianweek.com.au/. I'm trying the recipe for pumpkin and lentil tajine tonight.

To find an Accredited Practising Dietitian who can help with planning a vegetarian diet contact the Dietitians’ Association of Australia

What’s your experience with this – have you raised kids as vegetarians or been raised as one yourself?


Can kids thrive on a vegetarian diet?

It’s one thing to opt for a meatless diet as an adult – but is it a healthy option for growing children too? As a dietitian who consults to the Vegetarian Network of Victoria, this is familiar territory to Mark Surdut. Clients who come to him for advice on kids and vegetarian eating generally fall into two groups. There are those whose children – sometimes as young as eight - who want to be vegetarian, and parents who are vegetarian themselves and wonder if a meat free diet will meet a growing child’s needs for nutrients.

The bottom line says Surdut is that vegetarian diets, including vegan diets that exclude dairy food and eggs, can be healthy for kids as long as they’re well planned. That’s not just his opinion either. Last year the professional association of dietitians in the US, the American Dietetic Association, gave the thumbs up to vegetarian diets at all life stages in a position paper that suggested vegetarian diets in childhood and adolescence can help establish lifelong healthy eating patterns.

What's good for the goose . with planning, vegetarianism is a healthy option for kids.

But there are pitfalls. Because vegetarian diets are high in fibre, they’re very filling – so it’s easy to fill up a child size stomach without delivering sufficient kilojoules or a broad range of nutrients, Surdut points out. The solution, he says, is to include a variety of different foods in the diet – although he agrees this can be a challenge with very fussy eaters.

As for meeting iron and protein needs, this is easier with a diet that includes dairy products and eggs.

“On a vegan diet, iron and protein rich sources are limited mainly to legumes and nuts, and growing adolescents need to eat a lot of these foods to get sufficient protein,” he says.”You could argue that there’s protein in whole grains – but it’s pretty dilute. Soy foods like tofu have a protein profile that’s almost identical to meat and are safe to include - the key is to eat them in moderation and as one of a mix of different plant proteins. “

Other options, he adds, are vegan convenience foods like sausages and burgers that are high in protein.

But one nutrient that’s elusive on a vegan diet is vitamin B12 found in animal foods including eggs and dairy food – although research from the University of Western Sydney published in the Journal of Agricultural Chemistry last year suggests that button mushrooms can contribute some vitamin B12.

But to what extent we can rely on mushrooms for B12 isn’t clear, says Surdut, and more research is needed. Although including foods fortified with B12 or B12 supplements is one way to get this vitamin it may not guarantee enough, and he advises both adults and children on a vegan diet to get their B12 levels checked regularly.

As for calcium, vegans may need a supplement, especially those with a high requirement for calcium including teenagers or women at risk of osteoporosis, he says – calcium fortified products including soy and rice milks are good sources.

But while there might a growing recognition that a well balanced vegetarian diet can be healthy for kids, it’s also an option that can draw some criticism.

“My family were the harshest critics – as eastern Europeans they believed meat was essential for bringing up a healthy child,” says Michelle Moscova whose 13 year old son Addam - a tall for his age basketball player - has eaten a vegetarian diet including eggs and cheese since he was a baby.

“He was always a very healthy boy. We had regular blood checks to monitor iron and B12 – he was always within normal levels," says Moscova, a lecturer in biomedical sciences at Charles Sturt University. "When Addam started playing competitive basketball, nobody knew he was a vegetarian - his coaches are surprised when they find out because there’s a belief that competitive athletes need meat to be able to win. My family is still critical of my decision, but seeing Addam towering at 190 cm at the age of 13 is now my best argument,” Moscova says.

I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

But while feeding children a vegetarian diet can raise eyebrows, we often forget about other eating styles that can leave kids short on nutrients, says Surdut.

“One of them is a typical teenage diet that can include a lot of food but not a lot of nutrients. I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

If you need good advice on planning meat free meals for kids – or grownups – there’s good advice from the American Dietetic Association - or check out Hungry Human Beans: a guide to vegetarian diets for children from Sydney’s Westmead Children’s Hospital. It's also National Vegetarian Week next week so you'll find more info on vegetarian food, as well as recipes on the Veg. Week website at http://www.vegetarianweek.com.au/. I'm trying the recipe for pumpkin and lentil tajine tonight.

To find an Accredited Practising Dietitian who can help with planning a vegetarian diet contact the Dietitians’ Association of Australia

What’s your experience with this – have you raised kids as vegetarians or been raised as one yourself?


Can kids thrive on a vegetarian diet?

It’s one thing to opt for a meatless diet as an adult – but is it a healthy option for growing children too? As a dietitian who consults to the Vegetarian Network of Victoria, this is familiar territory to Mark Surdut. Clients who come to him for advice on kids and vegetarian eating generally fall into two groups. There are those whose children – sometimes as young as eight - who want to be vegetarian, and parents who are vegetarian themselves and wonder if a meat free diet will meet a growing child’s needs for nutrients.

The bottom line says Surdut is that vegetarian diets, including vegan diets that exclude dairy food and eggs, can be healthy for kids as long as they’re well planned. That’s not just his opinion either. Last year the professional association of dietitians in the US, the American Dietetic Association, gave the thumbs up to vegetarian diets at all life stages in a position paper that suggested vegetarian diets in childhood and adolescence can help establish lifelong healthy eating patterns.

What's good for the goose . with planning, vegetarianism is a healthy option for kids.

But there are pitfalls. Because vegetarian diets are high in fibre, they’re very filling – so it’s easy to fill up a child size stomach without delivering sufficient kilojoules or a broad range of nutrients, Surdut points out. The solution, he says, is to include a variety of different foods in the diet – although he agrees this can be a challenge with very fussy eaters.

As for meeting iron and protein needs, this is easier with a diet that includes dairy products and eggs.

“On a vegan diet, iron and protein rich sources are limited mainly to legumes and nuts, and growing adolescents need to eat a lot of these foods to get sufficient protein,” he says.”You could argue that there’s protein in whole grains – but it’s pretty dilute. Soy foods like tofu have a protein profile that’s almost identical to meat and are safe to include - the key is to eat them in moderation and as one of a mix of different plant proteins. “

Other options, he adds, are vegan convenience foods like sausages and burgers that are high in protein.

But one nutrient that’s elusive on a vegan diet is vitamin B12 found in animal foods including eggs and dairy food – although research from the University of Western Sydney published in the Journal of Agricultural Chemistry last year suggests that button mushrooms can contribute some vitamin B12.

But to what extent we can rely on mushrooms for B12 isn’t clear, says Surdut, and more research is needed. Although including foods fortified with B12 or B12 supplements is one way to get this vitamin it may not guarantee enough, and he advises both adults and children on a vegan diet to get their B12 levels checked regularly.

As for calcium, vegans may need a supplement, especially those with a high requirement for calcium including teenagers or women at risk of osteoporosis, he says – calcium fortified products including soy and rice milks are good sources.

But while there might a growing recognition that a well balanced vegetarian diet can be healthy for kids, it’s also an option that can draw some criticism.

“My family were the harshest critics – as eastern Europeans they believed meat was essential for bringing up a healthy child,” says Michelle Moscova whose 13 year old son Addam - a tall for his age basketball player - has eaten a vegetarian diet including eggs and cheese since he was a baby.

“He was always a very healthy boy. We had regular blood checks to monitor iron and B12 – he was always within normal levels," says Moscova, a lecturer in biomedical sciences at Charles Sturt University. "When Addam started playing competitive basketball, nobody knew he was a vegetarian - his coaches are surprised when they find out because there’s a belief that competitive athletes need meat to be able to win. My family is still critical of my decision, but seeing Addam towering at 190 cm at the age of 13 is now my best argument,” Moscova says.

I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

But while feeding children a vegetarian diet can raise eyebrows, we often forget about other eating styles that can leave kids short on nutrients, says Surdut.

“One of them is a typical teenage diet that can include a lot of food but not a lot of nutrients. I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

If you need good advice on planning meat free meals for kids – or grownups – there’s good advice from the American Dietetic Association - or check out Hungry Human Beans: a guide to vegetarian diets for children from Sydney’s Westmead Children’s Hospital. It's also National Vegetarian Week next week so you'll find more info on vegetarian food, as well as recipes on the Veg. Week website at http://www.vegetarianweek.com.au/. I'm trying the recipe for pumpkin and lentil tajine tonight.

To find an Accredited Practising Dietitian who can help with planning a vegetarian diet contact the Dietitians’ Association of Australia

What’s your experience with this – have you raised kids as vegetarians or been raised as one yourself?


Can kids thrive on a vegetarian diet?

It’s one thing to opt for a meatless diet as an adult – but is it a healthy option for growing children too? As a dietitian who consults to the Vegetarian Network of Victoria, this is familiar territory to Mark Surdut. Clients who come to him for advice on kids and vegetarian eating generally fall into two groups. There are those whose children – sometimes as young as eight - who want to be vegetarian, and parents who are vegetarian themselves and wonder if a meat free diet will meet a growing child’s needs for nutrients.

The bottom line says Surdut is that vegetarian diets, including vegan diets that exclude dairy food and eggs, can be healthy for kids as long as they’re well planned. That’s not just his opinion either. Last year the professional association of dietitians in the US, the American Dietetic Association, gave the thumbs up to vegetarian diets at all life stages in a position paper that suggested vegetarian diets in childhood and adolescence can help establish lifelong healthy eating patterns.

What's good for the goose . with planning, vegetarianism is a healthy option for kids.

But there are pitfalls. Because vegetarian diets are high in fibre, they’re very filling – so it’s easy to fill up a child size stomach without delivering sufficient kilojoules or a broad range of nutrients, Surdut points out. The solution, he says, is to include a variety of different foods in the diet – although he agrees this can be a challenge with very fussy eaters.

As for meeting iron and protein needs, this is easier with a diet that includes dairy products and eggs.

“On a vegan diet, iron and protein rich sources are limited mainly to legumes and nuts, and growing adolescents need to eat a lot of these foods to get sufficient protein,” he says.”You could argue that there’s protein in whole grains – but it’s pretty dilute. Soy foods like tofu have a protein profile that’s almost identical to meat and are safe to include - the key is to eat them in moderation and as one of a mix of different plant proteins. “

Other options, he adds, are vegan convenience foods like sausages and burgers that are high in protein.

But one nutrient that’s elusive on a vegan diet is vitamin B12 found in animal foods including eggs and dairy food – although research from the University of Western Sydney published in the Journal of Agricultural Chemistry last year suggests that button mushrooms can contribute some vitamin B12.

But to what extent we can rely on mushrooms for B12 isn’t clear, says Surdut, and more research is needed. Although including foods fortified with B12 or B12 supplements is one way to get this vitamin it may not guarantee enough, and he advises both adults and children on a vegan diet to get their B12 levels checked regularly.

As for calcium, vegans may need a supplement, especially those with a high requirement for calcium including teenagers or women at risk of osteoporosis, he says – calcium fortified products including soy and rice milks are good sources.

But while there might a growing recognition that a well balanced vegetarian diet can be healthy for kids, it’s also an option that can draw some criticism.

“My family were the harshest critics – as eastern Europeans they believed meat was essential for bringing up a healthy child,” says Michelle Moscova whose 13 year old son Addam - a tall for his age basketball player - has eaten a vegetarian diet including eggs and cheese since he was a baby.

“He was always a very healthy boy. We had regular blood checks to monitor iron and B12 – he was always within normal levels," says Moscova, a lecturer in biomedical sciences at Charles Sturt University. "When Addam started playing competitive basketball, nobody knew he was a vegetarian - his coaches are surprised when they find out because there’s a belief that competitive athletes need meat to be able to win. My family is still critical of my decision, but seeing Addam towering at 190 cm at the age of 13 is now my best argument,” Moscova says.

I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

But while feeding children a vegetarian diet can raise eyebrows, we often forget about other eating styles that can leave kids short on nutrients, says Surdut.

“One of them is a typical teenage diet that can include a lot of food but not a lot of nutrients. I often reassure parents of adolescents who’ve taken up a vegetarian diet that there are a lot of teenagers who eat a limited non-vegetarian diet and who turn out okay – so why do we make such a fuss about vegetarian teenagers, especially those who are taking a real interest in planning their diets properly?”

If you need good advice on planning meat free meals for kids – or grownups – there’s good advice from the American Dietetic Association - or check out Hungry Human Beans: a guide to vegetarian diets for children from Sydney’s Westmead Children’s Hospital. It's also National Vegetarian Week next week so you'll find more info on vegetarian food, as well as recipes on the Veg. Week website at http://www.vegetarianweek.com.au/. I'm trying the recipe for pumpkin and lentil tajine tonight.

To find an Accredited Practising Dietitian who can help with planning a vegetarian diet contact the Dietitians’ Association of Australia

What’s your experience with this – have you raised kids as vegetarians or been raised as one yourself?


Assista o vídeo: Kostrådene (Novembro 2021).